Para esta fase de publicação dos projectos desenvolvidos em grupo, aqui ficam as indicações dos dados que irão constar na galeria online dos projectos de Multimedia_Metodologia+Projecto 201112.
A entrega dos dados deverá ser feita por cada um dos grupos através da publicação no blog da disciplina, com os seguintes elementos e sequência:

1. Título do projecto e nomes dos membros da equipa de trabalho

2. Uma imagem principal, que será a imagem representativa do projecto (nomedoprojecto_princ.jpg ou png)

3. Texto de descrição do projecto – conceito, componentes, processo, perspectivas – (entre 100 e 150 palavras), com a primeira frase em destaque (bold)

4. Uma imagem do mapa conceptual do projecto (captura de ecrã/screenshot nomedoprojecto_map.jpg ou png)

5. Uma imagem do video interactivo concretizado com o korsakow (captura de ecrã nomedoprojecto_video.jpg ou png) à qual irão associal o link final que eu vos indicar após ter recebido a vossa pasta com os conteúdos a colocar online.

6. Mais duas a cinco imagens imagens do projecto e/ou processo (nomedoprojecto_1.jpg ou png, nomedoprojecto_2.jpg ou png, …)

7. Título e descrição em inglês (tradução de 1. e 2., 100 a 150 palavras. Sugestão: começar por utilizar ferramentas auxiliares como o tradutor do google » e então fazer apenas os necessários ajustes)


ESPECIFICAÇÕES
» Títulos
O Título do projecto ficará em maiúsculas, os nomes dos membros da equipa em maiúsculas e minúsculas (pela ordem que acordarem e separados por vírgulas) – estes serão os elementos a conastar no título do blog post (ex.: TÍTULO DO PROJECTO, por Nome1 Apelido1, Nome2 Apelido2, Nome3 Apelido3)
» Text
Estrutura sugerida: 1º parágrafo: conceito; 2º/3º parágrafo/frases: descrição, funcionalidades, componentes, metodologia, ponto da situação +  objectivos e trabalho futuro.
» Imagens
Formato JPG ou PNG, 1024 pixels de largura, 72dpi de resolução e optimizadas para a web, utilizando > File > Save for Web & Devices no Photoshop (+sugestões neste link»); nomes dos ficheiros em minúsculas com identificação pelo título do projecto e numeração, sem espaços e sem acentuação ou pontuação (ex.: nomedoprojecto_princ.jpg, nomedoprojecto_map.jpg, nomedoprojecto_k.jpg, nomedoprojecto_1.jpg)
» Video Interactivo O acesso à pasta com o trabalho em korsakow exportado para a web deverá ser enviado para este meu endereço de email monica.mendes [at] fba.ul.pt utilizando um serviço online gratuito de envio de ficheiros pesados (ex.: yousendit até 50MB ou wetransfer até 2GB; dentro de um compromisso razoável de qualidade do vídeo e tamanho que se reflectirá no tempo a carregar, façam por enviar um peso total até 150MB); utilizar apenas minúsculas e identificação pelo nome do projecto, sem espaços e sem acentuação ou pontuação (ex.: nomedoprojecto).

Todos estes elementos *até ao final da aula da próxima Terça-feira, dia 10 de Janeiro* para então eu colocar na plataforma Cargo collective de Multimedia201112.
Entretanto, continuação de bons desenvolvimentos e até logo!

Criar paradoxos das imagens da equipa de trabalho

Equipa: Tânia Dias, Joana Gonçalves e Andreia Moreira.

Imagem Joana Gonçalves | Texto Tânia Dias

Metáfora: Inner vision, paz espiritual | Paradoxo: Revolution

Raster:

Imagem Andreia Moreira| Texto Tânia Dias

Metáfora: Descobrimentos | Paradoxo: Já fomos conquistados

Vectorial:

1. Título do projecto e nomes dos membros da equipa de trabalho

EFEITOS DO CURSO DA RIBEIRA DE BARCARENA

Mafalda Cardeira, Bernardo Lam, Rita Chalupa

2. Imagem principal

São Marcos

3. Descrição do projecto

Este projeto pretende mostrar a interação entre a ribeira e a comunidade que vive na sua vizinhança ao longo do curso, desde a nascente até à foz.

A Ribeira de Barcarena, de muitos nomes, começando como Jardas e mudando para dos Ossos a meio percurso, é também a razão para a presença de alguns grandes empreendimentos que se tornaram monumentos no presente, assim como lugares de cultura e lazer. O homem tem vindo a construir ao longo deste curso de água e usando-o como estrada desde 3.000 anos a.C.

4. Imagem do mapa conceptual do projecto

5. Imagem do video interactivo

EFEITOS DO CURSO DA RIBEIRA DE BARCARENA

6. Imagens do projecto e/ou processo

7. Título e descrição em inglês

RIBEIRA DE BARCARENA

Mafalda Cardeira, Bernardo Lam, Rita Chalupa

This project is meant to show the interaction between a stream and the community that lives in the neighborhood all along the course from the source to the mouth.

Ribeira de Barcarena, a stream of many names, beginning as Jardas and changing to Ossos at the middle course, is also the reason for the presence of some big enterprises that became monuments for the present, as well as cultural and leisure places. Man has been building around this water flow and using it has a highway since 3.000 years BC.

Como páginas de internet as exportações finais do Korsakow precisam de ter um título caso contrário irão aparecer com o título “Utitled Project” nos browsers. Alguns dos projectos ficaram sem título. Para corrigirem isto basta no Korsakow irem a Arquivo > Características do projecto e onde está “Untitled Project” substituírem pelo nome do vosso projecto. E claro exportar de novo.

1. Título do projecto e nomes dos membros da equipa de trabalho

FLOATING ON WATER

Rita Paraíso, Tiago Ramos, Tiago Guerreiro

2. Uma imagem principal

3. Texto de descrição do projecto

Criação de uma instalação interactiva, através da qual o utilizador se consiga abstrair do mundo exterior e concentrar a sua atenção em vídeos que representam a interacção do corpo humano com a água.

O dia-a-dia de cada pessoa pode ser muito stressante, assim sendo e como forma de relaxar e escapar a esta situação surge a nossa instalação, construída com a forma de um ovo para representar o conforto e segurança do útero materno.

O utilizador, interage com um ecrã seleccionando os vídeos que pretende observar sobre a interacção entre o corpo humano e a água e construindo assim um percurso visual pelo corpo humano e a sua ligação com a água. Em simultâneo, os vídeos serão acompanhados de um som comum a todos eles que representará também a água.

4. Uma imagem do mapa conceptual do projecto

5. Uma imagem do video interactivo

6. Mais duas a cinco imagens imagens do projecto e/ou processo

7. Título e descrição em inglês

 FLOATING ON WATER

Rita Paraíso, Tiago Ramos, Tiago Guerreiro

Creation of an interactive installation, through which the user is able to abstract from the outside world and to focus on videos that represent the interaction of the human body with water.

The day to day life of every person can be very stressful, and therefore as a way to relax and escape from this situation arises in our facility, built in the shape of an egg to represent comfort and security of the womb.

The user interacts with a screen by selecting the videos he wants to watch on the interaction between the human body and the water and thereby building a visual journey through the human body and its connection to the water. At the same time, the videos will be accompanied by a sound common to all of them that will represent the water.

Aqui está a galeria onde se encontram os dados entregues até à data »

Multimedia201112 na plataforma Cargo Collective

Como podem constatar, os links para os projectos realizados com o korsakow são http://multimedia201112.fba.ul.pt/k/nomedapastadovossoprojecto/

Entretanto, façam os vossos testes e actualizações nos blog & posts e videos interactivos, que podem entregar na aula ou enviar o link para download até ao final do dia 15… :)
Ah, e não se esqueçam de participar deixando os vossos comentários nos vários projectos dos colegas também! ;)))

1. See Water My Friend

Manuel Barbosa 5816

Tomás Paiva Raposo 4630

2. Uma imagem principal

3.  Descrição do projecto

See Water My Friend é um filme interactivo, que pretende mostrar as formas que a água toma quando um “corpo”, neste caso humano, embate sobre esta. Além disso, pretende-se mostrar o mesmo salto de várias perspectivas, de maneira a que o espectador consiga ter algum poder de escolha quanto à visualização.

Este projecto apresenta  diferentes filmes, aos quais foram atribuidas as qualidades de slowmotion que, de certa forma, os torna quase estáticos. Oferecendo assim, ao observador, a possibilidade de ver aquilo que o ser humano não consegue captar a olho nu.

Um dos objectivos deste projecto foi demonstrar os vídeos numa página na internet, tornando-a o mais simples possível, realçando desta forma os videos apresentados.

4. Mapa conceptual do projecto

5. Korsakow

6. Imagens do processo

7. Project description 

See Water My Friend is an interactive movie, that wants to show the forms that water takes when a object,in this case human body, hits it. In addition, we intend to show the same jump from several perspectives, so that the viewercan have some power of choice as to display.

This project presents different films, which were assigned slowmotion qualitiesthat somehow makes them almost static. Thus offering the viewer theopportunity to see what humans can not capture with the naked eye.

One of the objectives of this project was to show videos on a web page, making it as simplest as possible, highlighting the videos presented.

8. Especificações

O material usado foi: três cameras Go Pro HD, uma Canon 7D e os software  Premier Pro e um Plug-in chamado Twixtor, que proporciona a câmara lenta quase estatica . Usamos também o Korsakow para a criar o filme interactivo, é um programa simples para fazer sobressair os filmes e dar ao observador o poder de escolha sobre os pontos de vista apresentados por nós.


1_ “ÁGUA, TÁS A OUVIR? MEXE-TE!”, por Ana Sofia Reis, Filipe Simões, Gonçalo Branco, Ricardo Goulart.

2_

3_

A água é um dos elementos naturais do nosso planeta mais receptivo, razão pela qual, responde fisicamente a diversos fenómenos. A exploração das reacções da água foi o nosso ponto de partida, o qual fomos complementando com diferentes tipos de intervenção: nomeadamente humana, natural e sonora.
Estas intervenções, às quais foi adicionada uma componente ambiental, foram recriadas e filmadas. A conotação ambientalista inserida nestas recriações constitui a mensagem intrínseca no projecto, com a qual pretendemos acentuar uma preocupação global no que diz respeito às consequências da poluição.
A aplicação Korsakow, entre outras (Prezi, dropbox, etc.), revelou-se uma ferramenta bastante útil na produção deste projecto. Permitiu-nos explorar e criar uma maior interactividade com o tema central, tornando possível ao observador ver, uma a uma, as diversas reacções da água.

4_

(também podem ver AQUI uma apresentação do mesmo mapa optimizado no prezi)

5_ Imagem do video interactivo no korsakow

6_

7_

Water is one of the most receptive elements of our planet and it’s the reason why it responds physically to various phenomena. The exploration of the reactions of water was our starting point, which we were complementing with different types of intervention such: human, natural and sound.
These interventions to which were added an environmental component were recreated and filmed. The environmental connotation inserted in these recreations is the intrinsic message of the project, with the intention to accentuate the concern regarding the consequences of pollution.
The Korsakow application, among others (Prezi, dropbox, etc.), has proved to be a useful tool in the production of this project. It allowed us to explore and create a better interactivity with the main theme, making possible the spectator see, one by one, the various reactions of water.

1. Título do projecto: “WATER: EXPERIMENTS WITH EMOTIONS”

2830 – Rita Castro e Lemos
4546 – Ana Luz
5780 – Cátia Andrade
6099 – Inês Simões

2. Imagem principal do projecto

3. Texto de descrição do projecto

Com base no tema “Água”, foi criado um projecto cujo objectivo é estabelecer interacção entre as pessoas e os vários sons e vídeos, produzidos e relacionados com o tema.
Durante o processo de execução desta plataforma interactiva, atribuiu-se a cada um dos elementos do grupo um subtema, dos quais constou: as bolhas, os fios de água, o mar e a chuva. Foram escolhidos 3 vídeos e 3 sons para cada um deles. A cada som foram atribuídos 2 vídeos distintos. Assim, o utilizador pode usufruir de 2 experiências sensitivas diferentes, uma vez que o mesmo som vai provocar diferentes tipos de reacções, pois as imagens que lhe estão associadas divergem. Este espaço dá a possibilidade a quem o visita de escolher o tipo de experiência quer ter, colocando desta forma em evidência as emoções do sujeito e alertando-nos para o impacto subjectivo que a água pode exercer em nós.

4. Mapa conceptual do projecto

5. Screenshot do VÍdeo interactivo concretizado com o Korsakow

6. Imagens do projecto e/ou processo

7. WATER: Experiments with Emotions

Based on the theme water, a project was created  with the purpose of establishing an interaction between people and various sounds and video samples related with the theme. During the execution of this interactive platform, we appointed each element of the group with a sub-theme, which included: the ocean, water drops, bubbles and rain. Three videos and three sounds were picked for each of the established sub-themes. To each sound we associated two videos, and to each video two sounds. This was done so that the observer can enjoy two separate sensorial experiences, since the sound will envoque different emotions when the video associated with it differs. This space grants to those who visit it the possibility chosing the type of experience they whish to enroll in, making the observer aware of his emotions, as well as the subjective impact that water can exerce on us.

PT |

 “Salta-Pocinhas” propõe a criação de um espaço interactivo onde o utilizador poderá experienciar os conceitos de som, forma e movimento, associados ao tema primordial – água.

Esta instalação representa um lago artificial, onde o utilizador pode percepcionar a diversidade sonora resultante das características físicas do utilizador e da sua forma de deslocação. O piso é formado por uma superfície LED que ao ser pisada pelo utilizador activa ondas de luz concêntricas. Estes sensores emitem para um computador os diferentes sons que resultam da deslocação do utilizador. Ao chegar ao computador o utilizador pode ouvir a composição de som resultante da sua deslocação. Este exemplo no Korsakow simula de uma forma lúdica a exploração entre som e usufruidor da instalação.

Mapa Conceptual

Korsakow

http://multimedia201112.fba.ul.pt/k/saltapocinhas/

Imagens de desenvolvimento do trabalho

EN |

“Jump Puddles,” proposes the creation of an interactive space where the user can experience the concepts of sound, shape and movement associated with the major issue – water.

This installation represents an artificial lake, where the user can perceive the resulting sound diversity of his physical characteristics of the user and his different paths. The floor surface is formed by an LED to be trampled by the user activates light waves concentric. These sensors emit a computer to the different sounds that result from moving the user. When you reach the computer you can listen to the composition of sound resulting from his moves. This  interactive example simulates in a playful way the exploration of sound and user of “Jump Puddles”.


1.
INTERACTIVE WATER CUBE
Diana Guerreiro, José Cardoso, Mariana Teixeira-Pinto

2.

3.
Este projecto consiste numa instalação interactiva que reporta ao quarto estado da água, que, neste caso, seria o estado receptivo, isto é, a capacidade que a água tem de receber as nossas influências.
Perante esta estrutura, o observador poderá interagir com a água contida no cubo e, consequentemente, os elementos inseridos no mesmo irão ser movidos. É esse movimento das partículas-referência que irá ser registado por uma câmara de vídeo e simultaneamente transmitido para um computador. Aí, será feito o reconhecimento das referidas partículas através de uma aplicação previamente elaborada para o efeito. O resultado de todo este processo irá convergir numa projecção da imagem captada pela câmara onde as partículas são substituídas por outras imagens.
Actualmente, o projecto encontra-se em fase de protótipo, sendo ainda necessárias algumas alterações ao nível do código de modo a conseguirmos concretizar os objectivos propostos.

4.

5.

6.

7.
INTERACTIVE WATER CUBE
This project consists of an interactive installation that reports to the fourth water state, which in this case would be the receptive state, ie, the ability that water has to receive our influences.
Given this structure, the viewer can interact with the water contained in the cube and, consequently, the elements in it will move. This movement will be recorded by a video camera and simultaneously transmitted to a computer. Then, the recognition of these particles will be made by a previously prepared application for this purpose. The result of this process will converge on a projection of the captured images by the camera, where the particles are replaced by other images.
Currently the project is at a prototype stage, and still requires some changes to the code so that we can achieve the desired goals.

8.
ESPECIFICAÇÕES
http://dl.dropbox.com/u/27612582/testApp_cpp.pd

Título: “À TONA DA ÁGUA”

Membros do grupo: (Ana) Mafalda Rocha, Tânia Dias, Miguel Cardoso, Joana Gonçalves, Andreia Moreira.

Imagem principal

Texto da descrição do projecto

À Tona da Água é um projecto para um evento sobre a água e o seu representante é um monumento de Lisboa, o Aqueduto das Águas Livres. Inspirado na técnica milenar nipónica de pintar sobre água Sunimagashi e da técnica turca de marmorear papel Ebru, o evento consiste num show multimédia  e interactivo onde o público, de qualquer idade, pode participar na prática da técnica que será projectada nas partes do monumento. Esses eventos poderão ocorrer na Galeria do Loreto, no Chafariz do Vinho e no Chafariz da rua do século, tanto como noutros troços do aqueduto, que há cem anos eram um espaço importante de passagem de pessoas e de aguadeiros. É uma memória que não temos e não conseguimos recuperar mas podemos criar uma nova memória na participação deste projecto. A segunda fase do projecto seria cobrir o evento transmitindo ao vivo por Internet (lifestream) para o mundo, divulgando esta celebração de um monumento nacional e de importância mundial.

Imagem mapa conceptual

http://prezi.com/z-s7dyhpnjff/a-tona-da-agua/

Imagens do vídeo interactivo

Imagens do projecto

Titulo e descrição em inglês

À Tona da Água is a project for a cultural event to promote water and its most representative monument in Lisbon, o Aqueduto das Águas Livres. Inspired by the ancient japanese technique of on water painting  Sunimagashi and the turkish paper marbling technique Ebru, it’s a multimedia and interactive event where the audience of any age can participate in the technical practice and that will be deployed in parts of the monument. These events may occur in the Galeriaof Loreto, in the CHafariz do Vinho and the Chafariz da rua O Século, much as in other sections of the aqueduct, which a hundred years ago were an important place for people and sewers. It’s a memory that we have not managed to recover but we may create a new memory in participating in this project. The second phase of the project would be covering the event by Internet lifestream to the world, spreading the celebration of a national monument of worldwide importance.

CASA AQUÁRIO, Carolina Sacoto, Teresa Freitas

2. imagem principal

3. Descrição do projecto

O aquecimento global, mais especificamente o degelo , é um problema ambiental para o qual o homem tem contribuído fortemente.

A Casa Aquário é uma instalação interactiva na qual as pessoas são  “castigadas” quando se transformam em peixes.

Ao entrar no espaço o participante encontra uma projecção de um ambiente interior, uma sala, onde circulam peixes, como se estivessem no seu habitat natural. A interactividade com o participante acontece quando este, através de uma camara de detecção de movimento, aparece na tela como sendo um peixe. Assim, o participante passa a comportar-se como se estivesse dentro da Casa Aquário.

Para uma melhor percepção do ambiente da casa, a projecção será vista como se o participante estivesse a observar uma janela, ou seja, a ver o interior da sala.

O que aqui apresentamos é a parte inicial do planeamento do projecto, mostrando uma simulação da ideia que gostaríamos realizar e os contratempos que encontrámos ao longo do processo.

4. Mapa conceptual do projecto

Para ver a apresentação prezi carreguem na imagem ou utilizem o seguinte link: http://prezi.com/-jeijgqpxwf-/casa-aquario-projecto/

5. Esquema do vídeo interactivo no Korsakow

Korsakow alternativo

6. Imagens e vídeos do processo
Para fazer o download do vídeo, utilizem o seguinte link: http://dl.dropbox.com/u/30280124/Sequence%2001_6.mov.zip


7. AQUARIUM HOUSE

Global warming, more specifically thawning, is a environmental issue in which man has contributed strongly.

The project Aquarium House is an interactive projection in which people who are observing are transformed into fishes.  The intention is to somehow punish the spectator – who has contributed to this environmental issue.

By entering the room, the participant sees a projection of the inside of a living room. There, fishes are behaving as if they were in their natural habitat.         The interactivity with the observer happens when, by a camera that detects people movements, he/she appears as a fish. This way, the participant starts behaving as if he was inside the Aquarium House.

For a better perception of the house environment, the projection will be seen as if the participant was observing a window from the exterior.

Here, we present the initial planning part of the project, showing a simulation of the idea we would wish to accomplish and the setbacks we found along the process.

1. Título do projecto: TAKE CONTROL

Membros do grupo: Raquel Janeiro, Rita Macedo, Sandra Castela

2. Imagem principal

3. Texto descrição

Este projecto visa a interactividade com o espectador, trabalhando o controle da água.  O Homem tem muita influência na água e o nosso objectivo será mostrar um pouco desse controlo.

É feito um jogo de interactividade onde o espectador verá, reflectido num ecrã, os movimentos de água que ele próprio faz com o seu braço. Movimentos esses que são captados através de sensores e transmitidos no dito ecrã.

O abuso excessivo desse poder, por parte do Homem, irá, no fim, resultar numa revolta da água.  Pretendemos, com isto, evidenciar o papel do Homem perante a água e o facto de ela não dever ser controlada.

O homem que controla no começo, acaba por perder o controlo perante o poder da água.

4. Imagem mapa conceptual e apresentação

5. Imagem video interactivo

6. Imagens do projecto e/ou processo

7. Título e descrição em inglês

“Take control”

This project aims to create an interactive relation with the viewer, working the water control. Man has a big influence in the water and our purpose will be to show a part of that control.

An interactive game is created where the viewer will see, reflected in a screen, water movements made by his own arm. Those movements will be captured through sensors and transmitted in the screen.

However, abusing this power will result in a revolution from water. With this, we aim to evidence the man role relative to water and the fact that it shouldn’t be controlled.

The man, who’s in control at the beginning, ends up losing control before the power of the water.

1. Titulo do Projecto:  “UMA CONVERSA EM 2050 – A FALTA DE ÁGUA”
 Membros do grupo: Marta Ferreira, Patrícia Lopes, Patrícia Simões, Andreia Silva

2.  Imagem principal – imagem representativa do projecto

 

3.  Texto de descrição do projecto:

O nosso projecto tem como objectivo sensibilizar o observador para os problemas que poderãosurgir no futuro, caso não tenhamos cuidado com a utilização da água agora. “Uma Conversa em 2050 – A Falta de Água” revela um dialogo entre uma Avó (que viveu no nosso tempo) e um Neto (que pouco sabe de 2011), em que a troca de ideias e os modos de vida diferentes, são expostos. O observador, tem aqui a possibilidade de por questões à Avó e ter a noção de como será viver em 2050. Com um leque de temas variado, o observador terá a oportunidade de descobrir: a vida de diversos animais; como será a distribuição demográfica, caso o nível das águas varie; como será o futuro das florestas e quais as mudanças que teremos nos nossos hábitos, numa distância de 38 anos. Convidamos aqui aos nossos visitantes para uma viagem ao futuro.

4. Imagem do mapa conceptual do projecto

 

5. Imagem do video interactivo (korsakow) 

 

6.  Imagens do projecto/processo de trabalho



 

7.  Titulo e descrição em Inglês

“A talk in 2050 – The lack of water”

Our project aims to raise awareness to the problems that may accure in the future, if we don’t act carefully with the use of water today.  “A talk in 2050 – The lack of water” reveals a dialogue between a Grandmother (who lived in our time) and a Grandson (who knows little about 2011).  The exchange of ideas and different ways of life are exposed. The spectator, has the possibility of questioning his Grandmother and imagine how it will be, to live in 2050. With a varied range of topics, the spectator will have the opportunity to discover: the life of various animals; how the demographic distribution will be, if the water levels changes; how the future of forests will be and what changes we will have in our habits, with only 38 years of distance. We invite our visitors for a trip to the future.

1. Título do projecto: SOS H2O
Ana Resendes, José Vieira, Pedro Couto

2. Imagem principal do projecto

3. Texto de descrição do projecto

SOS H2O
Video-jogo de aventura “point & click” que pretende simular uma situação de  sobrevivência numa ilha deserta, chamando a atenção para as consequências da poluição no eco-sistema.
Engloba uma componente educativa através da aplicação de conhecimentos científicos  na reciclagem de objectos encontrados na praia para obtenção dos recursos necessários.
Este jogo decorre num meio onde existe água (salgada) em abundância, mas salienta a dificuldade da obtenção deste recurso numa forma adequada ao consumo humano.
Recorrendo à exploração do cenário e combinação de objectos aproveitados da poluição costeira, será possível ao jogador manter o personagem vivo de uma forma sustentável.
Futuramente, evoluirá para uma versão 3D com expansões (recursos, locais, clima, etc) e possível versão multiplayer cooperativa.

Segue uma demonstração de um dos desafios:
Recolhe os objectos necessários para fazeres um dessalinizador


4. Mapa conceptual do projecto

5. Screenshot do Video interactivo concretizado com o Korsakow

6. Imagens do projecto e/ou processo

7. Título e descrição em inglês

SOS H2O
Video adventure “point & click” game to simulate a situation of survival on a deserted island, pointing to the consequences of pollution in the ecosystem.
It encompasses an educational component through the application of scientific knowledge in the recycling of objects found on the beach to get the necessary resources.
This game takes place in an environment where there is water (salted) in abundance, but it highlights the difficulty of getting this feature in a suitable form for human consumption.
Exploring the scenario and combining objects recovered from coastal pollution, it is possible for a player to keep the character alive in a sustainable way.
In the future, it will evolve into a 3D version with expansions (local, resources, climate, etc.) and possibly a cooperative multiplayer version.

Here is a demonstration of a challenge:
Collect the items needed to make desalinator

Para esta fase de publicação dos projectos desenvolvidos em grupo, aqui ficam as indicações dos dados que irão constar na galeria online dos projectos de Multimedia_Metodologia+Projecto 201112.
A entrega dos dados deverá ser feita por cada um dos grupos através da publicação no blog da disciplina, com os seguintes elementos e sequência:

1. Título do projecto e nomes dos membros da equipa de trabalho

2. Uma imagem principal, que será a imagem representativa do projecto (nomedoprojecto_princ.jpg ou png)

3. Texto de descrição do projecto – conceito, componentes, processo, perspectivas – (entre 100 e 150 palavras), com a primeira frase em destaque (bold)

4. Uma imagem do mapa conceptual do projecto (captura de ecrã/screenshot nomedoprojecto_map.jpg ou png)

5. Uma imagem do video interactivo concretizado com o korsakow (captura de ecrã nomedoprojecto_video.jpg ou png) à qual irão associal o link final que eu vos indicar após ter recebido a vossa pasta com os conteúdos a colocar online.

6. Mais duas a cinco imagens imagens do projecto e/ou processo (nomedoprojecto_1.jpg ou png, nomedoprojecto_2.jpg ou png, …)

7. Título e descrição em inglês (tradução de 1. e 2., 100 a 150 palavras. Sugestão: começar por utilizar ferramentas auxiliares como o tradutor do google » e então fazer apenas os necessários ajustes)


ESPECIFICAÇÕES
» Títulos
O Título do projecto ficará em maiúsculas, os nomes dos membros da equipa em maiúsculas e minúsculas (pela ordem que acordarem e separados por vírgulas) – estes serão os elementos a conastar no título do blog post (ex.: TÍTULO DO PROJECTO, por Nome1 Apelido1, Nome2 Apelido2, Nome3 Apelido3)
» Text
Estrutura sugerida: 1º parágrafo: conceito; 2º/3º parágrafo/frases: descrição, funcionalidades, componentes, metodologia, ponto da situação +  objectivos e trabalho futuro.
» Imagens
Formato JPG ou PNG, 1024 pixels de largura, 72dpi de resolução e optimizadas para a web, utilizando > File > Save for Web & Devices no Photoshop (+sugestões neste link»); nomes dos ficheiros em minúsculas com identificação pelo título do projecto e numeração, sem espaços e sem acentuação ou pontuação (ex.: nomedoprojecto_princ.jpg, nomedoprojecto_map.jpg, nomedoprojecto_k.jpg, nomedoprojecto_1.jpg)
» Video Interactivo O acesso à pasta com o trabalho em korsakow exportado para a web deverá ser enviado para este meu endereço de email monica.mendes [at] fba.ul.pt utilizando um serviço online gratuito de envio de ficheiros pesados (ex.: yousendit até 50MB ou wetransfer até 2GB; dentro de um compromisso razoável de qualidade do vídeo e tamanho que se reflectirá no tempo a carregar, façam por enviar um peso total até 150MB); utilizar apenas minúsculas e identificação pelo nome do projecto, sem espaços e sem acentuação ou pontuação (ex.: nomedoprojecto).

Todos estes elementos *até ao final da aula da próxima Terça-feira, dia 10 de Janeiro* para então eu colocar na plataforma Cargo collective de Multimedia201112.
Entretanto, continuação de bons desenvolvimentos e até logo!

Agora a lista dos proejectos com a sequência das apresentações da FASE 2, desta vez com dados actualizados a partir da última aula.
Mantêm-se os links em “Apresentação” para o excerto de video da aula e em “Publicação” para os materiais de apoio no blog, e foi acrescentado o link para os videos interactivos feitos com o Korsakow, colocados online ainda em versão experimental a finalizar.

PROJECTOS & EQUIPAS

#1. TAKE CONTROL » Apresentação & Publicação
Raquel Janeiro + Rita Macedo + Sandra Castela

#2. UMA CONVERSA EM 2050 » Apresentação & Publicação
Marta Ferreira + Patrícia Lopes + Patrícia Simões + Andreia Silva 

#3. EMOÇÕES » Apresentação+Q&A & Publicação
Ana Luz + Cátia Andrade + Inês Simões + Rita Karayianni

#4. INTERACÇÃO CORPO HUMANO E ÁGUA » Apresentação & Publicação
Rita Paraíso + Tiago Ramos + Tiago Guerreiro

#5. ÁGUA, TÁS A OUVIR? MEXE-TE! » Apresentação & Publicação2+p1
Gonçalo Branco + Sofia Reis + Ricardo Goulart + Filipe Simões

#6. INTERACTIVE WATER CUBE » Apresentação & Publicação (falta)
José Cardoso + Mariana Pinto + Diana Guerreiro

#7. A ÁGUA E A DEGRADAÇÃO DO PATRIMÓNIO » Apresentação & Publicação
Ana Rita Mendes + Joana Terenas + Bruno Monarca

#8. SOS H2O » Apresentação & Publicação
Ana Resendes + José Vieira + Pedro Couto
» Video interactivo

#9. AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES, Evento Multimédia » Apresentação & Publicação
Andreia Moreira + Joana Gonçalves + (Ana) Malfalda Rocha + Tânia Dias + Miguel Cardoso

#10. CURSO DA RIBEIRA DE BARCARENA » Apresentação & Publicação
Bernardo Lam + Mafalda Cardeira Rita Chalupa
» Video interactivo

#11. CASA AQUÁRIO » Apresentação & Publicação
Carolina Sacoto + Teresa Freitas

#12. SALTA-POCINHAS » Apresentação & Publicação
Flávia Grilo
+ Sofia Silva

#13. SEE WATER MY FRIEND » Apresentação & Publicação
Tomás Raposo
+ Manuel Barbosa


Joana Rodrigues

Experimentei, a meio de Dezembro, planificar o nosso projeto noutros programas para fazer mapas conceptuais. Utilizei o MindNode e o MindMeister no iPad. No meu entendimento são mais básicos e menos atrativos que o VUE. No entanto são aconselháveis para pessoal mais novo. Eu sugeri-os para os trabalhos escolares das minhas primas de 13 e 16 anos :) Aqui fica a minha experiência:

Com o MindNode

To be continued with Mind Meister.

Boa Tarde!

Com algum atraso aqui esta a nossa apresentação do Projecto “Um Conversa em 2050” (Grupo 2) de:

Marta Ferreira

Patricia Lopes

Patricia Simões

Andreia Silva

Com este Projecto, temos o objectivo que chamar a atenção para os problemas que poderão surgir no futuro, caso não tenhamos cuidado com a utilização da água, nos dias de hoje.

“Uma Conversa em 2050” revela um diálogo entre um Avô (que viveu no nosso tempo) e um Neto (que pouco sabe de 2011), em que a troca de ideias e de modos de vida diferentes, são expostos. O observador, tem aqui a possibilidade de por questões ao Avô e ter a noção de como se viverá em 2050.

Aqui podem ver a nossa apresentação em Prezi

 

Eis a lista com a sequência das apresentações da FASE 2 em curso pelas equipas de trabalho a 13 de Dezembro.
Em casa grupo, “Apresentação” remete para o excerto de video da aula e “Publicação” para os materiais de apoio no blog, como desenhos/esboços e mapas conceptuais. A componente de vídeo não-linear com o Korsakow. será acrescentada no reinício das aulas.

PROJECTOS & EQUIPAS

#1. TAKE CONTROL » Apresentação & Publicação
Raquel Janeiro + Rita Macedo + Sandra Castela

#2. UMA CONVERSA EM 2050 » Apresentação & Publicação (falta)
Marta Ferreira + Patrícia Lopes + Patrícia Simões + Andreia Silva 

#3. EMOÇÕES » Apresentação+Q&A & Publicação
Ana Luz + Cátia Andrade + Inês Simões + Rita Karayianni

#4. INTERACÇÃO CORPO HUMANO E ÁGUA » Apresentação & Publicação
Rita Paraíso + Tiago Ramos + Tiago Guerreiro

#5. ESTÁS A OUVIR? MEXE-TE! » Apresentação & Publicação2+p1
Gonçalo Branco + Sofia Reis + Ricardo Goulart + Filipe Simões

#6. INTERACTIVE WATER CUBE » Apresentação & Publicação (falta)
José Cardoso + Mariana Pinto + Diana Guerreiro

#7. A ÁGUA E A DEGRADAÇÃO DO PATRIMÓNIO » Apresentação & Publicação
Ana Rita Mendes + Joana Terenas + Bruno Monarca

#8. SOS H2O » Apresentação & Publicação
Ana Resendes + José Vieira + Pedro Couto

#9. AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES » Apresentação & Publicação
Andreia Moreira + Joana Gonçalves + (Ana) Malfalda Rocha + Tânia Dias + Miguel Cardoso

#10. RIBEIRA DE BARCARENA, DA NASCENTE À FOZ » Apresentação & Publicação (falta)
Bernardo Lam + Mafalda Cardeira Rita Chalupa

#11. CASA AQUÁRIO » Apresentação & Publicação
Carolina Sacoto + Teresa Freitas

#12. SALTA-POCINHAS » Apresentação & Publicação
Flávia Grilo
+ Sofia Silva

#13. SEE WATER MY FRIEND » Apresentação & Publicação
Tomás Raposo
+ Manuel Barbosa


Joana Rodrigues

Boa tarde!

Aqui está disponível a apresentação do projecto “Take Control” das alunas: Raquel Janeiro – 5787, Rita Macedo – 5798,  Sandra Castela – 5818.

Para a nossa apresentação optámos por fazer um mapa conceptual no prezi e um vídeo no korsakow para demonstrar como irá funcionar o nosso trabalho.

Aqui está a apresentação em prezi.

PS:  Não nos foi possivel pôr o vídeo em korsakow no blog.

Aqui fica a apresentação do Projecto do grupo 8:

Andreia Moreira
Joana Gonçalves
(Ana) Mafalda Rocha
Tânia Dias
Miguel Cardoso

Este projecto, de nome ainda provisório, trata-se de uma performance interactiva que será filmada e colocada numa plataforma online.

A performance irá realizar-se em três locais diferentes que têm em comum o grande monumento à água de Lisboa: o Aqueduto das Águas Livres. Toda a ideia do projecto desenvolveu-se a partir do aqueduto e de relembrar a importância que este teve para Lisboa.

Decidimos assim tentar trazer, de alguma maneira, a água de volta para o Aqueduto através da projecção de performances da técnica Ebru (Arte Turca de Marmorização) que se baseia na criação de pinturas na própria superfície da água. Esta experiência plástica pouco conhecida será partilhada com o público, podendo este a experimentar e criar as suas próprias pinturas na água e ver a sua criação projectada no aqueduto e mais tarde online.

Aqui fica um vídeo a demonstrar a nossa primeira experiencia com a técnica Ebru:

E aqui fica um link do prezi a referenciar os meios de divulgação online que estamos a explorar para colocar as performances.

http://prezi.com/qgnfavvzibn8/divulgacao-do-projecto/

 

Desejo a todos um Natal Feliz e aqui fica uma referência que levei para partilhar na última aula antes das férias:

The Wilderness Downtown »An interactive HTML5 short created with data and images related to your childhood. Set to Arcade Fire’s song “We Used to Wait,” the experience takes place through choreographed browser windows and utilizes many modern browser features. A collaborative effort with Google Creative Lab and Chris Milk.
(… acedam cada um colocando a sua morada das vivências de infância e divirtam-se, espero que seja inspirador!)

Aqui ficam os votos de um exclenete Ano Novo também – cá estaremos para o começar em conjunto, com um balanço do que fizemos em 2011, e do que viremos a fazer em 2012!

Mónica Mendes

As apresentações da FASE 2 dos trabalhos em curso serão feitas pelas equipas de trabalho na próxima aula. Cada equipa terá 5 minutos para apresentar o seu tema e 5 minutos para questões/comentários/sugestões.

A apresentação deverá incluir os progressos da componente de vídeo não-linear com o Korsakow e as ideias que não estão ainda concretizadas devem ser apresentadas com materiais de apoio, como desenhos/esboços e mapas conceptuais.

Cada equipa irá apresentar os materiais/resumo da apresentação e disponibilizar através do blog da disciplina até Quinta, dia 15.


EQUIPAS DE TRABALHO

1.
Tiago Guerreiro
Rita Paraíso
Tiago Ramos

2.
Marta Ferreira
Patrícia Lopes
Patrícia Simões
Andreia Silva 

3.
Carolina Sacoto
Teresa Freitas

4.
Raquel Janeiro
Rita Macedo
Sandra Castela

5.
Ana Luz
Cátia Andrade
Rita Karayianni

6.
Ana Resendes
José Vieira
Pedro Couto

7.
José Cardoso
Mariana Pinto
Diana Guerreiro

8.
Andreia Moreira
Joana Gonçalves
(Ana) Malfalda Rocha
Tania Dias
Miguel Cardoso

9.
Rita Chalupa
Bernardo Lam
Mafalda Cardeira

10.
Ana Rita Mendes
Joana Terenas
Bruno Monarca

11.
Flávia Grilo
Sofia Silva

12.
Gonçalo Branco
Sofia Reis
Ricardo Goulart
Filipe Simões

13.
Tomás Raposo
Manuel Barbosa

+

Inês Simões

Joana Rodrigues

Para a próxima aula, de dia 6 de Dezembro, tragam pelo menos 6 segmentos de vídeos por projecto. De preferência com menos de 1 minuto e num formato compatível com a aplicação Korsakow.

Em relação aos formatos podem seguir as sugestões dadas no site da aplicação: http://korsakow.org/learn/tips-tricks

Alguma dúvida que tenham podem sempre contactar-me por e-mail.

Fica aqui o link para a apresentação de dia 22: Actividade k-Film

Aqui está a informação acerca do workshop de Conceção de Artefactos Interativos com Identificação por Rádio Frequência (IDRF) e Scratch apresentado hoje na aula pelo próprio Rojer Meintjes »

A propósito da realização deste workshop, na próxima aula – dia 6 de Dezembro – começaremos na sala 4.25, onde iremos apresentar/esclarecer as várias funcionalidades/componentes relacionadas com a utilização do Korsakow »
Depois de um intervalo às 18h, retomamos a sala 3.07!

Façam experiências e tragam as vossas questões + meia ou uma dúzia de fragmentos de vídeo para as explorações ;)

Multimedia 201112_FASE2_Equipas de trabalho | V2

Lista das equipas de trabalho para a 2ª FASE do projecto. Façam as vossas  propostas de alterações ou para acrescentar informação (como o vosso nome /equipa ou tema de projecto) publicando comentários neste artigo/post.

1.
Tiago Guerreiro
Rita Paraíso
Tiago Ramos

2.
Marta Ferreira
Patrícia Lopes
Patrícia Simões
Andreia Silva 

3.
Carolina Sacoto
Filipe Simões
Teresa Freitas

4.
Raquel Janeiro
Rita Macedo
Sandra Castela

5,
Ana Luz
Cátia Andrade
Inês Simões

6.
Ana Resendes
José Vieira
Pedro Couto

7.
José Cardoso
Mariana Pinto
Diana Guerreiro

8.
Andreia Moreira
Joana Gonçalves
(Ana) Malfalda Rocha
Tania Dias
Miguel Cardoso

9.
Rita Chalupa
Bernardo Lam
Mafalda Cardeira

10.
Ana Rita Mendes
Joana Terenas
Bruno Monarca

11.
Flávia Grilo
Sofia Silva

12.
Gonçalo Branco
Sofia Reis
Ricardo Goulart

13.
Tomás Raposo
Manuel Barbosa

»
Alunos que ainda não integrados em equipas:

Joana Rodrigues

Rita Karayianni (a confirmar)

 

Boa tarde a todos,

Antes de mais, as minhas desculpas pela demora. Já andava para postar este prezi desde a aula em o mesmo foi apresentado… Shame on me.

Trata-se de um projecto que partiu do tema “4º estado da água”. De referir que entretanto, com a formação do grupo de trabalho, o projecto já sofreu algumas alterações. Por esse motivo, assim que a planificação esteja concluída e tudo definido, será feito outro post com a actualização.

Sintam-se à vontade para comentar e/ou colocar questões!

http://prezi.com/qnlbnccudxah/interactivewatercube/?auth_key=fdfeca28c26c6a8cc68c33854faa6feb611bd959